sexta-feira, 29 de agosto de 2008

de-se-jo... gar

(nada com nada-culpa também dessa moleza que me dá)

hão titulos preci(o)sos... de pensar bem antes de usar
mas eu posso fazer uma mini-série em 29 capítulos
ou uma novela-la
são dias de transbordar...
mato minha vontade então.
...
sim, eu me tornei piegas... tão
(tão mais do q era)
mas acho (espero?) que serei mais
como dizia o tackiest rocker: yeah, yeah, yeah... o preço do prazer.

(resumindo:
hai de enternecer... sem perder a acidez
jamás
algo meio torta de limão)

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

ah...

só quando peguei o carro da minha mãe entendi o jeito que ela dirigia.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

de cravo, de rosa, de manjericão...

agosto quase passou
e setembro chove
(ia)
já vem dezembro
e o verão...
depois de tanto tempo

sábado, 23 de agosto de 2008

'Reconstrução é preciso! E ela vai acontecer.'

pois, jonny
são fa(c)tos
está acontecendo, vai continuar acontecendo. (graças a deus)

dá uma certa esperança no fundo do agora...
uma hora esse poço acaba
e vem outro

tem que saber mergulhar.

(há!)

sábado, 16 de agosto de 2008

o rio não é mais o mesmo

dá medo um pouco

(toda sorte pros amigos que vão)

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

sábado, 9 de agosto de 2008

You're the sounds I never heard before

quado o coração dói
a dor, o calafrio e o tremor
que descem até o joelho
(e é lindo)

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

se acabar

é perder todas as forças pra te fazer esquecer da vida

disse o poeta.
hoho

que belo, que belo

sábado, 2 de agosto de 2008

aujourd hui...palavras alheias

'Les mots qui traînent au coin de mes yeux.'
('as palavras que escorrem nas esquinas de meus olhos')

'se você amar até doer, não poderá haver mais dor, somente amor.' (Madre Teresa)

vai melhorar

sexta-feira, 1 de agosto de 2008